Notícias

03.02.2019
Diretores do Stiupb e vereadores se reúnem com a direção da Cagepa e discutem situação de Santa Rita

O presidente do Sindicato dos Urbanitários na Paraíba (Stiupb), Wilton Maia Velez e o diretor Henrique Diógenes, além do Presidente da Câmara Municipal de Santa Rita, Saulo Gustavo Souza Santos do (Podemos) e o vereador Carlos Pereira Jr (PSB), estiveram reunidos sexta-feira passada (1), com o Presidente da CAGEPA, Marcus Vinicius, para tratar da situação vivida naquela cidade onde o prefeito Emerson Panta, decidiu cancelar o contrato celebrado entre o Município e a Companhia de Água e Esgoto do Estado.

Desde quando o assunto veio a público que o Stiupb tem buscando a Cagepa para tratar do assunto, bem como procurou alguns vereadores para discussão do tema.

Além de presidente do Stiupb, Wilton Maia foi nomeado neste mês Coordenador Regional de Gestão do Governo do Estado, e tem buscando intermediar relações de estreitamento entre os gestores e o Governo do Estado: "Minha missão é buscar alternativas para negociar questões como essa".

Neste encontro marcado pela direção do Stiupb, os vereadores apresentaram ao gestor uma lista com os principais problemas enfrentados pela população santaritense dentro da zona urbana, onde a gerência é de competência da Cagepa.

Na oportunidade também foi questionado ao Presidente da Companhia Sr. Marcos Vinicius a viabilidade da ampliação dos serviços para a zona rural, que hoje é de responsabilidade da Prefeitura Municipal.

"Em primeiro lugar quero esclarecer que desconheço, na minha gestão e/ou nos últimos meses, qualquer tentativa por parte do poder executivo de Santa Rita de buscar dialogar conosco. Reconhecemos que precisamos melhorar e já fizemos muitas obras e intervenções, com esse intuito e garanto aos senhores vereadores que sempre estivemos abertos a conversar e, a maior prova disso, é a presença de vossas excelências aqui." Disse Marcus Vinicius em referência às reuniões que ele próprio já teve e estava tendo naquele momento com representantes do poder legislativo.

Na reunião, o representante da Cagepa fez as seguintes observações:

"Será que a prefeitura tem informações de por quanto tempo o atual manancial, Rio Tibirizinho, ter a condições de continuar sendo o manancial para abastecer Santa Rita? Será que ele sabe o que isso significa? O prefeito já explicou ao povo de Santa Rita de onde ele vai tirar água sem a existência do Tibirizinho que hoje coleta água por meio da barragem de nível da CAGEPA? O prefeito sabe que a barragem de Gramame/ Mamuaba não pertence ao município de Santa Rita? O prefeito sabe como será implantado o sistema de abastecimento de água por parte de uma empresa privada, se houver necessidade de uma outra fonte fora do município... quem pagará por isso? Seria mediante escavações de poços ante as questões levantadas?  A população precisa ter estas respostas...  Sabe quanto precisa para sanear Santa Rita? 200 Milhões. Nem se a empresa vencedora usasse todo o dinheiro da receita só para sanear seria possível atender essa demanda. Até porque, desse mesmo montante, a terceirizada tem de abastecer Santa Rita inteira incluindo a zona rural e isso inclui a construção de barragens, construção de adutoras, construção de reservatórios e refazer todas as tubulações, visto que, as que existem são da CAGEPA"

Para o Presidente da Cagepa o prefeito está buscando o caminho do isolamento e os efeitos disso serão catastróficos: "temos absoluta certeza de que o prefeito de Santa Rita desconhece a realidade do assunto",  finalizou Vinicius.

Foi destacado nessa reunião que a Câmara Municipal aprovou por unanimidade, o Projeto de Lei 063/2018, o qual já é de conhecimento da Cagepa, através de documento entregue pelos vereadores e representantes do Stiupb.

O projeto, que visa proporcionar mais lisura e transparência a este processo, objetiva ainda debater com base em dados técnicos por meio de audiências públicas com representantes de todos os órgãos de fiscalização envolvidos no setor. As  audiências já ficaram pré-agendadas para o mês de março. Em breve as datas serão amplamente divulgadas.

 

Outras notícias