Notícias

30.06.2019
Projeto de privatização de empresas de saneamento e reforma da Previdência encerram Seminário em Patos

A segunda parte do I Seminário de Saneamento Básico das Espinharas, que o Sindicato dos Urbanitários da Paraíba – Stiupb, realizou na cidade de Patos, na sexta-feira, 28, no Auditório da Fundação Ernani Sátyro, teve como pauta de discussões o Projeto de Lei 3261 que busca privatizar a água e todos os serviços de saneamento básico brasileiro, pondo fim as empresas públicas de água e saneamento do País, além da Reforma da Previdência.

A abordagem sobre  ficou a cargo do presidente do Stiupb, Wilton Maia Velez. Antes da palestra houve a formação da mesa de honra, composta por representantes de entidades de Patos, além do presidente estadual do Podemos, vereador em Campina Grande, Galego do Leite.

Wilton Maia iniciou sua exposição indagando aos presentes se alguém saberia definir saneamento básico, mas apenas em tom descontraído para tratar do tema em sua amplitude.

O tema em questão foi o Projeto de Lei nº 3261 (que tramita na Câmara dos Deputados) e seus reflexos nas lutas públicas para o saneamento público da Paraíba, que teria como como palestrante o Senador pelo PSB, Veneziano Vital do Rêgo, ex-prefeito de Campina Grande, mas não pôde participar do Seninário por problemas de saúde,

Em sua exposição, Wilton Maia apresentou a ideia central do Projeto, seus objetivos, bem como os reflexos para a comunidade em geral, notadamente para os municípios pobres do Nordeste que dependem do subsídio cruzado advindo das cidades maiores que apresentam uma melhor arrecadação, no caso da Paraíba, apenas João Pessoa e Campina Grande.

A última palestra do dia teve como tema: Impactos sociais e econômicos frente à reforma da Previdência e foi ministrada pelo Deputado Federal Gervásio Maia (PSB), tendo o Diretor do Stipub nas Espinharas e também funcionário da Cagepa, Cícero Duarte, como mediador.

Wilton Maia destacou que Gervásio Maia tem sido um grande defensor da causa urbanitária e que tem  apoiado o Stiupb na luta contra a privatização da Chesf e realizado, na condição de presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, audiência pública para debater o tema.

O deputado Gervásio Maia destacou sua luta em Brasília contra o atual Projeto da reforma previdenciária, afirmando que irá penalizar os mais pobres e contemplar os que ganham mais.

Gervásio ainda saiu em defesa do Presidente Lula, que está preso em Curitiba e disse que se Lula estivesse solto, seria hoje Presidente da República e estaria defendendo bandeiras em defesa dos que mais precisam, como a ampliação da Transposição do São Francisco, além de ser contra qualquer projeto privatista de empresa pública.

O Seminário foi uma realização conjunta do Stiupb com a Federação dos Urbanitários-FNU, e apoio da Funes - Fundação Ernani Sátyro, Movimento Luta de Classes, UP e SINTEF-PB.

 

 

Outras notícias