Notícias

25.03.2020
Covid-19: Stiupb defende que Energisa também tome medidas para proteger seus funcionários

A Energisa na Paraíba dá um péssimo exemplo quando continua colocando seus funcionários em familiares em risco executando os serviços de cobranças, cortes e a leitura durante a pandemia do Coronavírus, diferentemente do que fez a Cagepa, que suspendeu o corte.

A Cagepa, por outro lado, deu um bom exemplo, em não efetuando os cortes temporariamente dos serviços de água, colocou os funcionários em alerta para fazer o mais rápido as ligações e religações dos clientes em dia, tomando providências em manter o sistema de ativo para que a população e principalmente o sistema de saúde .

A Energisa na Paraíba dá um péssimo exemplo quando continua colocando seus funcionários em familiares em risco executando os serviços de cobranças,não pensa na população neste momento tão difícil, fazendo cortes de energia de pessoas que estão em seus lares, algumas precisando do uso continuado de inaladores e respiradores.

Para o Sindicato dos Urbanitários da Paraíba (Stiupb), ainda é tempo da Energisa rever essa posição e mostrar ao povo paraibano que tem compromisso social, mesmo sendo uma empresa privada.

DECISÃO NACIONAL - Por outro lado, começou a valer a partir do último dia 25, a decisão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) de suspender durante 90 dias o corte no fornecimento de energia elétrica dos consumidores residenciais urbanos e rurais e também de atividades essenciais no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus (covid-19). O prazo poderá ser prorrogado, casos haja necessidade.

 

Outras notícias