Notícias

02.10.2021
Diretores do Stiupb participam de ato contra o Governo Federal em Campina Grande

Diversos diretores do Sindicato dos Urbanitários da Paraíba (Stiupb), participaram na manhã deste sábado, 02, de mais um ato contra o Governo Federal em Campina Grande, notadamente defendendo as empresas públicas e contra a postura entreguista do Governo Federal, manifesto que foi convocado por diversas entidades de classe da cidade.

O presidente do Stiupb, Wilton Maia Velez, usou da palavra durante o protesto que aconteceu na Praça da Bandeira e criticou o Governo, tanto por ter demorado a comprar a vacina contra a Covid, resultando em milhares de vidas perdidas, como também em face da ausência de políticas em benefício dos que mais necessitam.

Wilton Maia também criticou o desmonte das universidades e das privatizações das empresas públicas, o sucateamento do serviço público de um todo: “E nesse momento eu falo em nome do SUS, porque se não fosse ele, teríamos muito mais mortes em nosso País. Viva o SUS, viva a ciência brasileira, as universidades, o povo trabalhador e fora Bolsonaro”.

Guilherme Mateus, Diretor de Patrimônio do Stiupb, também expressou seu pensamento sobre o momento que o País está vivendo. “disse que sua palavra naquele instante era para as pessoas que estavam passando pela Praça e que eles refletissem sobre a situação difícil que os brasileiros estão vivendo, muitos sem o direito de comer carne e outros até brigando pra comer ossos. Aumentou a concentração de poder nos mais ricos, o povo deve olhar sua conta de energia, seu gás de cozinha, do supermercado e do combustível no final do mês. Façam uma reflexão sobre isso e torcemos para que tenhamos um País que olhe pelos mais pobres brevemente”, assinalou.

Guilherme ainda falou sobre a privatização do saneamento que está em curso no País, onde os governantes estão entregando o que e público à iniciativa privada e em nome de uma suposta universalização.  Outros diretores do Stiupb participaram da manifestação, a exemplo de Henrique Diógenes, além de diversos companheiros urbanitários.

Durante toda a manhã e começo de tarde diversos representantes de entidade de classe também externaram suas opiniões sobre as maldades do Governo Bolsonaro.

 

 

 

Outras notícias